Música no Domingo

Postado em Atualizado em

No Media Player: Canções de Rei, Max Vianna. Como seria bom se o amor obedecesse ordens…; I’ll be over you, Toto. “Some people’s destiny passes by”. É possível esquecer o que nos constitui?; A canção tocou na hora errada, Ana Carolina. Às vezes, a questão é de sincronia; Starting over, John Lennon. “It’s time to spread our wings and fly, don’t let another day go by”. Sempre é possível recomeçar com a mesma pessoa; Baby, I’m a want you, Bread. Uma canção clássica com uma declaração direta: eu sou dos que te querem; Behind blue eyes, Limp Bizkit. Adoro a melodia dessa música. Ninguém sabe certas coisas que só a gente sabe; Pedaço de mim, Chico Buarque. Para quem está com saudade: “a saudade é o revés de um parto. A saudade é arrumar o quarto do filho que já morreu”; À primeira vista, Chico César. Às vezes as coisas acontecem à primeira vista. Requício de um passado de outras épocas?; Jardim da fantasia, Paulinho Pedra Azul. O amor às vezes vai e não volta nunca mais. “Me beije só mais uma vez depois volte pra lá”. Quase sem querer, Legião Urbana. “Mentir pra si mesmo é sempre a pior mentira”. “Me disseram que você estava chorando e foi então que percebi como lhe quero tanto.”;  É você, Tribalistas. “É você, só você, que invadiu o centro do espelho”. Quando nos tornamos o outro de tanto querer; Oceano, Djavan. “Amar é um deserto e seus temores”. Queixa, Caetano Veloso. “Um amor assim delicado, você pega e despreza. Não devia ter despertado. Ajoelha e não reza. Dessa coisa que mete medo pela sua grandeza não sou o único culpado. Disso eu tenho a certeza”. Você pra mim, Fernanda Abreu. “Às vezes passo o dia inteiro pensando em você. O que eu quero é você pra mim”.

3 comentários em “Música no Domingo

    Suelen de Andrade Viana disse:
    06/04/2009 às 23:07

    The best collection ever!
    Parabéns, dear professor
    Sue

    Lou disse:
    07/04/2009 às 11:38

    Paulinho Pedra Azul é show!!! “onde estás? na nuvens ou na insensatez?…”

    Lou disse:
    07/04/2009 às 14:48

    nA nuvens é o bafo! eita, pasquale!!!!…tu és a primeira pessoa que eu ouço falar em Paulinho aqui neste Amazonas. Esse negócio de ausência-presença, que é o que eu acho ser saudade, é a cara de Vento no Litoral e sua liberdade poética: “aonde está você agora além de aqui dentro de mim?…foi só o tempo que errou…vai ser difícil sem você pq vc está comigo o tempo todo…e o vento vai levando td embora…” E o que resta??? Ficarmos bem, oras!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s