Microcontos do Twitter

Postado em Atualizado em

O Twitter é um belo exemplo do Zeitgeist do momento. Zeitgeist é um termo bonito, alemão, acadêmico para se referir ao espírito do tempo. A sociedade hoje é 140b, isto é, 140 caracteres, rápida, zap, zup! Daí eu publicar aqui meus microcontos que já publiquei no Twitter. Enter.

OPÇÕES. Ela diferente.Ele descobriu.Pensou em matá-los.A indiferença foi mais jogo.Ele amou de novo. Ela se arrependeu. Ele está feliz.

BELCHIOR. Cansada do frio, fugiu de si própria. Quis os trópicos. Pantanal ou Amazônia? Perguntou pruma amiga. Aí decidiu. E é feliz.

AMÁLGAMA. Um homem tem direito na vida a um erro grave, a um vício inofensivo e a um amor verdadeiro. Ela era os três.

PREPARO. Reclamou da cãimbra do marido. Penca de banana ao lado da cama é sutra.

SIMPLICIDADE. Explicar o inexplicável. Compreender o incompreensível. Ponderar o imponderável. Possibilitar o impossível. Quem há de? Ele só vivia.

FIM. Sentiu que acabou quando percebeu que o tempo enferrujara o sorriso fácil que outrora sua simples presença trazia. Foi-se.

KARDEC. Sofria. Não sabia a razão. Na mesa espírita fez as pazes com uma Clarissa. Amou alucinadamente até morrer. E encontrar Clarissa.

BISPA. Menino pobre.Bom no futebol.Foi para Europa.Converteu-se na Renascer.Alguém vai dar o pontapé inicial no estádio do capeta…

FOCO. Pai colecionador de facas, mãe neurótica com limpeza. Cortou os pulsos. Pai lamentou pela faca. Mãe reclamou do sangue no chão.

AU.  Seu único amigo do peito era o cão. Foi pegar seu osso. Morreu mordido na jugular. Amigos, amigos, negócios à parte, latiu totó.

VOO. Funcionária da TAM. Voou o dia todo. Chegando em casa, esqueceu onde havia estacionado o carro no aeroporto. Aérea, a moça.

SORTE.  O piloto de fórmula 1 acidentou-se. Mola atingiu sua cabeça. Lesou o cérebro. Por pouco não foi Massa pra todo lado.

6 comentários em “Microcontos do Twitter

    Gisele disse:
    26/07/2009 às 10:28

    Gostei do conto do totó!!!!!

    Cris disse:
    26/07/2009 às 11:49

    De pessimo gosto o conto sobre o Massa!

      Sérgio Freire respondido:
      26/07/2009 às 18:33

      Cris,
      Pela lei das cotas, é preciso abrir espaço para o humor negro também. Beijo grande. S.

    Rodrigo Araújo disse:
    26/07/2009 às 22:44

    Os 4 últimos são os melhores, na minha opinião. O último entrou pela lei das cotas mesmo…

    […] zap, zup!”, comenta o professor Sérgio Freire, doutor em Linguística pela Unicamp, em seu blog. Ele mesmo é autor de microcontos, que publica em seu twitter. Era um anão lacônico com dotes […]

    Tiago Moralles disse:
    17/08/2009 às 07:55

    Fala Sérgio, achei interessante a definição de “A sociedade hoje é 140b”.

    Cheguei aqui por coincidências micro.

    Microabraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s