Com açúcar, com afeto

Postado em Atualizado em

Texto escrito para o Portal D24AM.com

Com açúcar, com afeto, fiz seu doce predileto/ Pra você parar em casa, qual o quê!/ Com seu terno mais bonito, você sai, não acredito/ Quando diz que não se atrasa /  Você diz que é um operário, sai em busca do salário/ Pra poder me sustentar, qual o quê!/ No caminho da oficina, há um bar em cada esquina/ Pra você comemorar, sei lá o quê!/ Sei que alguém vai sentar junto, você vai puxar assunto/ Discutindo futebol/ E ficar olhando as saias de quem vive pelas praias/ Coloridas pelo sol/ Vem a noite e mais um copo, sei que alegre ma non troppo/ Você vai querer cantar/ Na caixinha um novo amigo vai bater um samba antigo/ Pra você rememorar / Quando a noite enfim lhe cansa, você vem feito criança/ Pra chorar o meu perdão, qual o quê! Diz pra eu não ficar sentida, diz que vai mudar de vida/ Pra agradar meu coração /E ao lhe ver assim cansado, maltrapilho e maltratado/ Como vou me aborrecer? Qual o quê! /Logo vou esquentar seu prato, dou um beijo em seu retrato/ E abro os meus braços pra você.

Eu te amo. Eu também. Escolhi você. Escolhi você. Mas onde você estava? Com amigos. Que amigos? Uns amigos. Ela estava? Estava, mas o que importa: escolhi você. Mas e se ela quiser você? As pessoas podem querer bem umas às outras sem se querer para si e eu escolhi você. Mas se ela quiser? Pode querer, mas escolhi você. E se pintar o clima? Às vezes pinta mesmo, as pessoas flertam, mas e daí se escolhi você? Mas e se lhe assediarem? Assediam mesmo, acontece, mas escolhi você. Você deu carona? Dei. Deu?! Dei. Por quê? Porque as pessoas precisam voltar pra casa, eu estava disponível para dar carona e não ia deixar que meus amigos que me fazem tão bem fossem de táxi quando eu podia lhes dar carona. Mas e o perigo? É o trânsito anda louco… Não é disso que estou falando! Estou falando do perigo de vocês ficarem juntos! Há sempre uma probabilidade lógica, mas a possibilidade se esvai porque faz tempo que escolhi você. Mas sobre o que vocês conversaram? Um monte de assuntos, inclusive como e porque eu escolhi você. Eu te amo, por isso pergunto. Eu te amo, escolhi você e por isso respondo a essas perguntas que em vidas que andam juntas não se faz. E no trabalho, tem gente que te quer? Tem, sempre tem. Tem?! Tem, mas escolhi você. E essa mensagem no seu celular? E essa DM no seu Twitter? Pois é… povo efusivo, né? O que significam essas mensagens? Significam que eu tenho amigos que gostam de mim, da minha companhia, do meu trabalho, ou que tem alguém que queria muito estar no seu lugar, tendo sido escolhida por mim para dividir o resto da minha vida, porque escolhi você. Você vai sair de novo? Vou. Sem mim? É, as pessoas saem, às vezes preciso e gosto de ficar sozinho e o fato de nem sempre fazer as coisas com você não apaga o fato de que eu escolhi você para segurar minha mão quando fechar meus olhos. Você não comete erros? Eu?! Claro que sim. Ninguém é perfeito e desculpa se não consigo por alguns instantes mostrar que com tudo o que acontece na vida o que mais  importa é que fiz uma escolha: você. Mas eu não gosto de certas coisas! Você quer que o homem que você escolheu mude para lhe agradar? Tá bom, eu mudo e mudo porque quero ficar com você. Não, não é isso, isso não é justo. Meu amor, o mundo é um moinho, pronto para destroçar nossos sonhos. Só que a dois a gente segura melhor a barra. Por isso escolhi você para segurá-la comigo. Eu sei. Eu te amo. Eu também. Porque sei disso, eu escolhi você. A gente precisa lembrar que a vida só vale a pena se a gente colocar açúcar para adoçar as amarguras. E não se esquecer do afeto, né? E do afeto. Você se importa comigo. Eu sinto isso no dia-a-dia. Por isso escolhi você como a mulher da minha vida e esteja certa de que esta frase é a que sempre prevalece e vai prevalecer nas decisões que tenho de tomar sobre a gente, sobre a vida, sobre o futuro. Não esqueça disso. Own… vem aqui e apaga a luz. Eu te amo. Eu também. Escolhi você. Escolhi você… Mas que perfume é esse?

Anúncios

4 comentários em “Com açúcar, com afeto

    Walkiria disse:
    18/07/2010 às 12:16

    Own. Achei super ligado com a música. O gostar sempre traz dúvidas.

    lucimara disse:
    18/07/2010 às 17:00

    É um texto bem gostoso de ler,principalmente esse jogo de perguntas e respostas ,maravilha! .Parabéns pela escolha das lindas letras as quais dizem coisas muito boas de saber.

      Sérgio Freire respondido:
      19/07/2010 às 09:20

      Lucimara, que legal que você gostou. A vida é isso: escolhas. A dois, as escolhas precisam ficar claras. Venha o que vier, se você tiver a certeza de que a pessoa escolheu você, mas certeza mesmo, o resto vai macio. É preciso se despreender da necessidade do domínio para se amar livremente. Eu acho. =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s