Sentidos

Postado em

Estou cansado. 
Olho para frente e já não vejo a luz que sei que há. São meus olhos.

Estou cansado.
Tenho de caminhar, mas os paralelepípedos doem as solas dos meus pés. São meus pés.

Estou cansado.
Nem meus braços levantam mais para receber a mão solícita que quer puxá-los. São meus braços.

Estou cansado.
Palavras não têm mais força para sair de mim. Não sinto o gosto dos sentidos. É minha boca.

Estou cansado.
Nem a parte de mim que grita consegue me jogar no movimento. Estou surdo. São meus ouvidos.

Estou cansado.
Busco ofegante o ar para inflar-me os pulmões do ânimo. Em vão. O mundo está inodoro de vontades. É meu olfato.

Estou cansado.
Meus sentidos estão sentidos…

 

Anúncios

Um comentário em “Sentidos

    Preta disse:
    17/12/2010 às 00:33

    As vezes basta uma transfusão de amor para que nosso organismo reaja e a gente perceba que só estamos em caminho diferente o que torna tudo mais pesado. Te amo muito

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s