Pensando alto. E rápido.

Postado em

Não é novidade dizer que a Internet alterou nossa noção de tempo e de espaço. O ontem já faz muito tempo e o agora não inclui mais o hoje pela manhã; vai-se de Marabá a Porto Alegre num clique de mouse. Ando pensando aqui numa questão que tenho chamado de explosividade efêmera. Para mim, está me parecendo cada vez mais essa a forma de ser da Internet: algo explode, viraliza, ganha corpo, se espalha, circula, satura e some de forma rápida, para dar lugar à nova explosão e reiniciar esse processo. Isso vale para a Banda Mais Bonita da Cidade, para a Luiza do Canadá, para o Para Nossa Alegria, para a receita milagrosa para emagrecer, mas vale também – mais preocupante – para a política, para as questões sociais em gerais, para as causas coletivas. Pensar por explosões – episodicamente – tem alterado o modo de criar memória social. Os 15 minutos de fama de Warhol viraram uma eternidade no ciberespaço. Esse novo rationale altera o modo de fazer educação, jornalismo, política. Cria-se uma ilusão de profundidade quando o que se tem, de fato, é um barulho quantitativo. Estou elaborando sobre isso ainda. Mas já estou muito inquieto. A ver.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s