Angústia

Postado em

“Sua alma andava rota, com suas cortinas puídas. Suas vontades carcomidas pela maresia do tempo. Tentava desesperadamente encontrar o tal fio de esperança sobre o qual almas mais felizes falavam. Vontade de sumir, de zerar tudo. Desejo profundo de reescrever sua história, tirar e por personagens, lugares, momentos. Todo dia tinha de gerenciar esse encontro entre um alguém que queria ser e o alguém que era de fato. A convivência entre os dois estava se tornando insustentável…” SF

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s