família

Paulinho Kokay no Fino da Bossa

Postado em


Acabei de chegar do bar onde meu irmão toca. O bar se chama Fino da Bossa e fica na Cidade Nova. Fazia tempo que não saíamos sozinhos, eu e a Bia, sem as meninas. Meu irmão fez 43 anos e o show dele foi uma auto-homenagem. Gostei muito. De tudo. Prestando atenção nas letras das músicas que ele cantava, me reencantei com “Amor de Índio”, de Beto Guedes. A frase que me tocou foi “A abelha fazendo o mel vale o tempo que não voou“. É engraçado como sempre podemos olhar (ou ouvir) aquilo que nos é familiar de um jeito novo. Essa frase da música dá uma tese. Como sempre, não bebi. Ontem, fiz mel. Feliz aniversário, mano! Eu te amo pra caramba.