Paulinho Kokay no Fino da Bossa

Postado em


Acabei de chegar do bar onde meu irmão toca. O bar se chama Fino da Bossa e fica na Cidade Nova. Fazia tempo que não saíamos sozinhos, eu e a Bia, sem as meninas. Meu irmão fez 43 anos e o show dele foi uma auto-homenagem. Gostei muito. De tudo. Prestando atenção nas letras das músicas que ele cantava, me reencantei com “Amor de Índio”, de Beto Guedes. A frase que me tocou foi “A abelha fazendo o mel vale o tempo que não voou“. É engraçado como sempre podemos olhar (ou ouvir) aquilo que nos é familiar de um jeito novo. Essa frase da música dá uma tese. Como sempre, não bebi. Ontem, fiz mel. Feliz aniversário, mano! Eu te amo pra caramba.

Um comentário em “Paulinho Kokay no Fino da Bossa

    Lady Jedi disse:
    12/10/2008 às 14:45

    Lembro de vcs da época do Preciosíssimo. Paulinho sempre a postos com o violão. Pena que o tempo passa… Obrigada pelo post tão cheio de ternura. Beijo carinhoso!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s